NOTÍCIAS

Servidores do Fórum João Mendes ficam sem serviços de limpeza

18/01/2017



Os auxiliares de limpeza que prestam serviços de Asseio e Conservação no Fórum João Mendes, no centro histórico de São Paulo, paralisaram as atividades na manhã dessa terça (17) por falta de pagamento dos salários. Quarenta e cinco deles não receberam a remuneração de dezembro e 150 convivem com a falta dos vales refeição e alimentação.

Embora o gestor do contrato tenha garantido que pagou pelos serviços, a empresa ARM não depositou os salários. Pressionado pelo sindicato, o supervisor Marcelo enviou um documento para o Siemaco afirmando que a empresa se compromete a quitar os débitos até o final do dia. Quanto aos benefícios, solicitou um prazo até o próximo dia 20 de janeiro.

Na sexta-feira, o sindicato convocou uma assembleia com os trabalhadores, que decidiram cruzar os braços caso o dinheiro não fosse depositado em conta. Mesmo embaixo de chuva, nessa manhã eles paralisaram as atividades. 

O diretor do sindicato, João Capana, esteve ao lado dos trabalhadores acompanhando a mobilização iniciada ainda de madrugada. Ressaltou que enquanto o problema não for resolvido os trabalhadores não vão retornar aos postos. A equipe sindical continua mobilizada, orientando os profissionais enquanto aguarda o cumprimento da promessa, pelo empregador.